(54) 3215.4195

Recuperabilidade dos Ativos

Impairment é uma palavra em inglês que em sua tradução literal significa deterioração. Tecnicamente, trata-se da redução do valor recuperável de um ativo. O Teste de Impairment é, portanto, uma avaliação para verificar se os ativos da empresa estão desvalorizados, ou seja, se o valor contábil excede seu valor recuperável, sendo que o recuperável é o maior valor entre o Valor justo líquido de despesas de venda e o Valor em uso.

Valor justo líquido de despesa de venda:

O método Valor justo líquido de despesa de venda, como o próprio nome já sugere, é a avaliação do ativo subtraindo as despesas estimadas em uma possível venda do bem. Ou seja, o valor que a empresa conseguiria receber pela venda do ativo em uma negociação padrão, descontado os custos com a venda, como exemplo, comissão de corretores, custos de leiloeiros, custos com transportes e embalagens de ativos.

Valor em uso:

O método Valor em Uso é o valor presente de fluxos de caixas futuros esperados de um ativo ou de uma unidade geradora de caixa. Trata-se de uma avaliação econômica realizada por meio do método de Fluxo de Caixa Descontado, em que é feita uma projeção futura das entradas e saídas de caixa decorrentes do uso do bem por um período de 5 anos, aplicando uma taxa de desconto adequada para trazer esse fluxo ao valor presente.

Caso um desses valores (uso ou venda) exceda o valor contábil do ativo, não haverá desvalorização nem necessidade de estimar o outro valor. Contudo, caso existam evidências claras de que os ativos estão registrados por valor não recuperável no futuro, a empresa deverá imediatamente reconhecer a desvalorização por meio da constituição de provisão para perdas.

O CPC-01 é aplicado a todos os ativos, ou conjunto de ativos relevantes, relacionados às atividades industriais, comerciais e de serviços. Não se aplica aos ativos resultantes de contratos de construção nas empresas construtoras, aos ativos fiscais diferidos e aos ativos relacionados com instrumentos financeiros. Conforme o parágrafo 09 deste CPC, o teste de impairment deve sofrer revisão, pelo menos uma vez por ano, ou quando fatores conjunturais - fato(s) relevante(s) - indicarem a necessidade de redução do valor recuperável dos ativos.

Assim, fica confirmado que nos ativos descontinuados ou disponíveis para a venda, a perda por impairment deve ser reconhecida pelo seu valor de mercado ou pelo valor de ativos similares, ou seja, pelo valor líquido de venda.

Finalidades:
• Adequar as demonstrações financeiras ao padrão internacional IFRS e legislação vigente;
• Gerar informações estratégicas.

Benefícios:
• Apresentar análise “Laudo” com pleno embasamento e fundamentação técnica;
• Evitar ressalvas e apontamentos em relatórios de auditoria independente.

Quer receber uma proposta?

Envie seus dados! Ligaremos para você.

EMPRESA CERTIFICADA

O oHub é uma plataforma que conecta empresas a prestadores de serviço, além de oferecer outras informações como as certificações e avaliações de clientes. A P4B é credenciada nessa ferramenta e possui o Selo Ohub de Fornecedor Verificado.

NOSSOS CLIENTES

Rodoil
Vipal
Tecnitubo
Shimtek
NBC Bank
Languiru
Coventya
Artmed
Aperam
Dompel
PSRV
Festa da Uva
Carrer
Cebi
Caltec
Vinhos Canção
Unylaser
UFCSPA
Toniolo
Tok
Tedesco
SBI
Steelmach
Solferti
Fiep
Serra Diesel
Sanofi
Riva
Revestsul
Plásticos Itália
Praia de Belas
Pisani
Piá
PCP
Smurfit Kappa
Nutrire
Buzin
Neogás
Multimóveis
Miotto
Mazzarollo
Marelli
Magnetec
Lovato
Stefanello
Jppa
Ipassp-SM
Ipam
Intermach
Injet
Hotel Continental
Voges
Moda Viva
Delga
Grande Loja RS
Fundifar
UCS
Nicolini
Foss & Esg
Fagundes
Euro Telhas
Juventude
Weloze
Dália
Dzainer
Cvplast
Codeca
Cinex
CDL
Fabian
Radisson
Blue Tree
Brio
Brasil Botões
Brquim
Brmalls
BL Cobranças
Bento Concretos
Bela Vista
Asprofargs
Arke
Agdesign
Alternativa
Agro
Zeyana
Zen
Taurus